49 . 3444 0492
49 . 98502 7012

ACERVO



KENMORE


As máquinas de costura Kenmore começaram a fazer parte dos lares das donas de casa dos Estados Unidos em 1913. Esse modelo possuía um móvel com 4 gavetas e foi vendido até 1919. Em 1933 as máquinas começaram com o funcionamento a base de eletricidade em substituição ao pedal. Era um modelo que tinha a característica de costurar para a frente e para trás e tinha uma lâmpada integrada a estrutura. Eram produzidas pela White Sewing Machine company e vendidas para a SEARs que colocava o nome Kenmore e vendia as peças através dos famosos catálogos que começaram a circular desde 1890.
Na década de 1940 foi lançado o modelo Kenmore 117 que tinha gabinete integrado, possuía uma pintura básica de preto e era desprovida de acabamentos dando a entender que era um modelo para ser usado em trabalhos e não para decoração. Apresentava uma casa de botão para facilitar as donas de casa na confecção de casacos e camisas em casa. Esse modelo faz parte da coleção do Museu Ângelo |Spricigo.
Na década de 1950 foi lançada a máquina de costura Kenmore 84. Possuía melhorias tecnológicas que foram agregadas a máquina e tinha como novidade também o ponto zig zag, usado principalmente no elástico permitindo que o tecido possa ser esticado sem desfazer a costura.
Na mesma década de 1950 surgiu a Kenmore modelo 71. Esse modelo foi um dos mais populares já fabricados. Isso se deveu a sua leveza. Construída em alumínio e totalmente portátil, o modelo 71 pesava quase 8 quilos apenas e podia ser levada com facilidade. Nessa época, as máquinas de costura costumavam pesar quase 30 quilos.
A kenmore produzia inúmeros produtos destinados para a casa como máquina de lavar roupa e louça, aspirador, máquina de secar e de lavar louça e micro-ondas.
Na década de 1990, 25% dos produtos existentes nos lares americanos eram da marca Kenmore.
A marca existe ainda hoje.




TOPO